Carregando

Acordo irá aprimorar combate a acidentes com produtos químicos no Porto de Santos, SP

21/08/2017

Um acordo de cooperação técnica da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), e Associação Brasileira de Terminais e Recintos Alfandegados (Abtra) deverá aprimorar as ações de combate à emergências no Porto de Santos, no litoral de São Paulo. O acordo será assinado, nesta segunda-feira (21), pelas entidades, na Codesp.

De acordo com a Codesp, o acordo será feito para que a inserção de informações do Manual de Atendimento a Emergências com Produtos Perigosos, da Abiquim, no Banco de Dados de Produtos Perigosos. O Grupo de Trabalho de Prevenção de Sinistro do Porto de Santos (GTPS), liderado pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários, modelou o Banco de Dados de Carga Perigosa, já testado no âmbito do Plano de Auxílio Mútuo (PAM), tanto nos exercícios de combate a sinistro como nas simulações de ação de emergência já realizadas.
O Banco passará a contar com mais informações para combate emergencial em caso de acidentes, agregando dados sobre vários aspectos dos produtos químicos quanto à segurança, à saúde e ao meio ambiente. A conexão desses dados e o acesso imediato a ampliarão o controle sobre as cargas perigosas movimentadas e armazenadas nos terminais e tornará mais eficiente tanto a prevenção quanto a agilidade no combate a acidentes com produtos químicos no Porto.

Agora, em caso de acidente, a Autoridade Portuária conseguirá identificar imediatamente a ficha técnica completa da carga sinistrada para adoção da melhor estratégia, considerando equipamentos e produtos adequados para resolver o incidente com mais agilidade e eficiência.